A NOIVA QUE JESUS PEDIU A DEUS

20

nov

O caso é de amor ou é de interesse? Quem ama não pede provas, dá provas do seu amor.


Um termo comum utilizado nas antigas paqueras era o de ver uma mulher ou homem que fosse interessante e pensar consigo mesmo: “Este é o genro, nora, que mamãe pediu para Deus”.

No VT Deus se referiu algumas vezes a Israel como sua esposa e ressaltou a sua infidelidade: “Castigá-la-ei pelos dias dos Baalins, nos quais lhes queimou incenso, e se adornou dos seus pendentes e das suas joias, e andou atrás de seus amantes, mas de mim se esqueceu, diz o SENHOR (Oséias 2.13). E fez uma promessa: Desposar-te-ei comigo para sempre; desposar-te-ei comigo em justiça, e em juízo, e em benignidade, e em misericórdias; desposar-te-ei comigo em fidelidade, e conhecerás ao SENHOR (Os. 2.19,20).

Quais seriam os dotes, as qualidades, a beleza, as verdades, que levariam Deus a escolher a igreja como esposa? Vamos pensar agora em termos de igreja no NT. No Novo Testamento a igreja é simbolizada de várias formas; como edifício 1º Co3.9, como corpo Romanos 12:4-5; e como noiva e esposa utilizada no VT. Em apocalipse (21. 9) a igreja é retratada no NT como uma noiva:  “Venha, eu lhe mostrarei a noiva, a esposa do Cordeiro”. Jesus é o esposo que se unirá a noiva.  Igreja e cristo, em fim vão se encontrar e viver juntos para sempre.

Que noiva jesus pediria a Deus para se unir. Quais dotes, qualidades, ele gostaria que se sua noiva tivesse? O que o desagradaria em sua noiva?  Quais seriam as suas queixas quanto a sua noiva? Que noiva ele quer encontrar na hora das bodas? Como a noiva estará para se encontrar com o noivo?

Quando Jesus escreve a igreja de Éfeso e descreve alguns pontos que esta igreja havia cometido e comprometia o seu relacionamento com Ele:

1º Ela havia tirado o noivo do centro de sua vida (2.1) “anda no meio dos candeeiros”. Jesus já estava no centro de suas celebrações. CRISTO OCUPA O CENTRO DAS IGREJAS? DOS HINOS? DOS CÂNTICOS? NÓS PODERÍAMOS AFIRMAR QUE CRISTO OCUPA O CENTRO DAS NOSSAS VIDAS?

2° Ela não o amava como antes “…deixaste o teu primeiro amor” (2.4). Para ela, Jesus já não mais era o primeiro amor. Já não o amava como antes. Podemos afirmar que hoje Cristo é primeiro amor da Igreja? Ele é o seu primeiro amor ainda?

O caso é de amor ou é de interesse? Quem ama não pede provas, dá provas do seu amor: “Mas Deus demonstra seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores, (Rm 5.8).

 

Li uma frase, e não me lembro onde, que expressa a fidelidade de Jesus para conosco, que achei fantástica: “Adão desobedeceu a Deus no paraíso, Jesus obedeceu a Deus no deserto”.

 

Se Jesus voltasse hoje qual igreja Ele desposaria? Ele desposaria a sua igreja?

 

Roque Carvalho



Comente: