TAL PAI, TAL FILHO…

11

ago

“Pai o exemplo que você dá seu filho você pode salvá-lo ou destruí-lo”.


 

Convivi pouco com meu pai. Mas tenho em minha memória um momento muito importante quando ele me ensinou sobre a ética de jamais se apropriar de algo que não me pertencia por direito. Eu tinha meus oito anos, por aí…

Foi numa tarde quando eu cheguei em casa depois de soltar pipa. Ele tinha chegado mais cedo e quando eu ouvi a voz dele escondi dentro de um pequeno latão um carretel de linha que havia pegado próximo a um portão de uma casa. Pela janela ele viu que eu tinha escondido o carretel de linha. Me fez apanhar o carretel de linha, ir a casa que eu havia apanhado o carretel, tocar a campainha e devolver ao garoto que o havia esquecido pelo lado de fora. Jamais me esqueci! E passo esta lição aos meus filhos sobre ética de nunca apanhar nada que não seja seu por direito.

Há filhos que são como os pais. São críticos como os pais, são ausentes ou presentes como os pais, são violentos como os pais, são educados ou mal educados como os pais. Posso exagerar, mas excluindo alguns raros exemplos a maioria seguirá o exemplo de seus pais. Tal pai, tal filho, creio em muito nisso. São os pais que formam o caráter e futuro dos filhos pelos seus exemplos pessoais. E de forma ainda mais radical, se eles, os filhos, vão viver mais tempo ou serão exemplos para os seus filhos também.

Li um frase que jamais esquecerei: “Pai o exemplo que você dá seu filho você pode salvá-lo ou destruí-lo”. Creio que nada é mais forte e importante do que o próprio exemplo.

Filhos imitam os pais, os pais são exemplos a serem seguidos. Neste domingo, 13 de agosto, dia dos pais, eu que já não tenho comigo o meu, mas sou grato pela lição aprendida, quero deixar a todos os pais um abraço da Contigrejas, por ensinarem a seus filhos princípios para vida. Tenho certeza que teremos um pais melhor se tivermos cidadãos melhores. Deixo também a minha fé que no Deus que eu creio. Que me ensinou através da sua Santa Palavra, a valorizar a vida, viver sempre com esperança é ética. Este Deus não é apenas uma energia, mas um Deus pessoal que está sempre comigo na pessoa amada e doce de Jesus Cristo, que a morte não pode vencer.

Pr. Roque Carvalho

 



Comente: